fbpx

COMPENSADO.COM.BR

ESPECIALISTA EM MADEIRITE PARA CONSTRUÇÃO CIVIL
Quem somos

Especialistas em Madeirite Plastificado e Resinado para Construção Civil.

Bem vindo a compensado.com.br

Consulte nossos, Preços, Condições de Pagamento Facillitado!!

Produto direto da fábrica
PAGAMENTO FACILITADO!!!
GARANTIA DE REUTILIZAÇÕES!

Chapa de Compensado Plastificado

Se você já se aventurou em um projeto de construção ou reforma, provavelmente já ouviu falar da “chapa de compensado plastificado”. Essa solução versátil e amplamente utilizada desempenha um papel fundamental em uma variedade de aplicações, desde móveis até estruturas arquitetônicas. Neste artigo, vamos explorar em detalhes o que é, suas características, usos comuns e os benefícios que oferece. Vamos mergulhar fundo nesse material essencial que desafia as expectativas e simplifica o processo de criação.

Chapa de Compensado Plastficado: O Básico.

Para começar, vamos esclarecer o que exatamente. É uma placa composta por várias camadas de madeira, normalmente folhas finas de madeira, coladas juntas com resinas especiais, como a fenol-formaldeído. Essas camadas são posicionadas perpendicularmente umas às outras, o que confere à chapa de compensado sua força e resistência únicas.

A “plastificação” a que o nome se refere envolve a aplicação de uma resina fenólica, chamada tegofilme (conhecida como filme) nas superfícies da chapa de compensado. Isso adiciona uma camada protetora que torna o material resistente à umidade, impactos e abrasão, tornando-o adequado para uma variedade de ambientes e aplicações.

Chapa de Compensado Plastificado:

As Características Notáveis

1. Durabilidade

Uma das principais características que tornam a tão popular é sua durabilidade excepcional. O revestimento de plástico cria uma barreira eficaz contra a umidade, o que evita a deterioração da madeira e a formação de fungos. Isso significa que você pode usá-la em áreas onde a madeira comum não resistiria, como banheiros, cozinhas e áreas externas.

2. Versatilidade

Esse material é incrivelmente versátil e pode ser utilizada em uma ampla variedade de aplicações. Ela serve como uma excelente base para revestimentos de pisos, paredes e tetos. Além disso, é uma escolha popular na fabricação de móveis, armários, prateleiras e bancadas. Sua capacidade de resistir a impactos a torna ideal para aplicações que requerem durabilidade e longa vida útil.

3. Facilidade de Trabalho

Embora seja resistente, ela também é fácil de trabalhar. Você pode cortá-la, lixá-la e moldá-la de acordo com suas necessidades sem grandes dificuldades. Isso a torna uma escolha atraente para projetos DIY (faça você mesmo) e principalmente na construção construção civil, produção de fôrmas de concreto aparente que buscam eficiência e praticidade.

4. Variedade de Tamanhos e Espessuras

Estão disponíveis em uma ampla gama de tamanhos e espessuras, o que permite adaptá-las a diferentes projetos. Seja você construindo um pequeno armário ou uma grande estrutura, é provável que encontre ideal para suas necessidades.

Chapa de Compensado Plastficado: Usos Comuns 

Agora que entendemos as características desse material versátil, é hora de explorar algumas das aplicações mais comuns.

1. Revestimento de Móveis

É uma escolha popular na fabricação de móveis. Sua durabilidade e resistência a manchas a tornam adequada para mesas, cadeiras, armários e estantes. Além disso, a variedade de texturas e cores disponíveis permite que os fabricantes personalizem os móveis de acordo com suas preferências e necessidades do cliente.

2. Armários de Cozinha

A resistência à umidade  a torna uma opção excelente para armários de cozinha. A cozinha é uma área onde a exposição à água e vapor é comum, e essa chapa oferece uma solução que mantém sua integridade ao longo do tempo, mesmo em ambientes tão desafiadores.

3. Paredes e Tetos

É frequentemente utilizada como revestimento de paredes e tetos, especialmente em ambientes comerciais. A sua durabilidade, resistência a riscos e facilidade de limpeza fazem dela uma escolha prática para espaços que precisam manter uma aparência impecável, como restaurantes, hotéis e lojas.

4. Pisos

Em aplicações de revestimento de pisos, ela também brilha. Sua capacidade de resistir ao desgaste e à umidade a torna adequada para pisos de alta trafegabilidade, como em escolas, hospitais e escritórios. Além disso, a instalação é relativamente simples, tornando-a uma escolha atraente para empreendimentos comerciais e residenciais.

5. Estruturas Externas

Embora não seja a primeira escolha para uso externo devido à exposição prolongada à umidade, ainda pode ser usada em estruturas externas, desde que seja adequadamente vedada e protegida. Ela é frequentemente empregada em projetos de revestimento de fachadas, marquises e estruturas temporárias.

Compromisso com a Sustentabilidade Ambiental

Através da utilização exclusiva de madeira proveniente de florestas 100% replantadas, nosso material não apenas fomenta a conservação ambiental, mas também ilustra nosso compromisso inabalável com práticas ecologicamente responsáveis. Essa escolha reflete nossa dedicação à preservação do meio ambiente e à ética ecológica.

Diversidade de Espessuras à Disposição

As espessuras podem variar consideravelmente, dependendo das necessidades específicas e das especificações do fabricante. Aqui estão algumas das espessuras mais frequentemente encontradas no mercado:

  • 4mm: Esta opção é mais leve e flexível, sendo frequentemente empregada em áreas decorativas ou em trabalhos de marcenaria que demandam material mais delgado.

  • 6mm: Com uma espessura intermediária, é apropriada para uma variedade de usos, incluindo alguns tipos de mobiliário.

  • 9mm: Proporcionando maior robustez, oferece resistência e durabilidade adicionais, sendo comum em construções e projetos de maior envergadura.

  • Maderite Plastificado 12mm e 14mm: Essas espessuras são frequentemente utilizadas em obras civis, especialmente para fôrmas de concreto, e em mobiliário que exige maior suporte.

  • 15mm, 17mm e 18mm: Mais pesadas, apresentam alta resistência e estabilidade, sendo ideais para construções mais pesadas, pisos e outras aplicações estruturais.

  • 21mm e superiores: Essas espessuras mais substanciais são empregadas em situações que demandam resistência e suporte máximos, como em algumas estruturas e bases para maquinaria pesada.

Ampla Variedade de Dimensões

Os tamanhos padrão podem variar de acordo com o fabricante e a região, mas algumas dimensões comuns são amplamente adotadas na indústria. Geralmente, esses tamanhos são especificados em termos de comprimento e largura. Eis alguns dos tamanhos mais frequentes:

  • 220x110cm: Este é talvez o tamanho mais convencional e amplamente utilizado, sendo ideal para uma vasta gama de aplicações, desde construção civil até fabricação de móveis.

  • 244x122cm: Este tamanho maior é comumente escolhido na produção de mobiliário.

É essencial observar que, além da espessura e do tamanho, outros fatores, como o tipo de madeira, a qualidade e o processo de fabricação, também influenciam as propriedades e a aplicabilidade do material. Portanto, ao selecionar o material apropriado, é imperativo considerar as necessidades específicas do projeto e aderir às recomendações do fabricante.

Processo de Produção

O processo de produção envolve uma série de etapas cruciais. A seguir, uma descrição pormenorizada desse processo:

1. Seleção da Matéria-Prima

O processo é iniciado com a escolha cuidadosa da madeira, frequentemente de espécies como pinho ou eucalipto. A qualidade da madeira é um elemento-chave, uma vez que afeta diretamente a resistência do produto final.

2. Preparação das Lâminas

  • Descascamento e Corte: Primeiramente, a madeira é despojada de sua casca e, posteriormente, cortada em lâminas finas.
  • Secagem: As lâminas passam por um processo de secagem em fornos para reduzir o teor de umidade, prevenindo deformações futuras.
  • Aplainamento: As lâminas são submetidas a um processo de aplainamento para assegurar uniformidade.

3. Montagem

  • Colagem: As lâminas são cuidadosamente sobrepostas umas às outras, geralmente em quantidade ímpar, com as fibras da madeira dispostas de forma a cruzarem-se, aumentando assim a resistência.
  • Prensagem: As lâminas coladas são submetidas a prensagem com cola fenólica sob altas temperaturas e pressão, resultando na formação de uma placa sólida.

4. Aplicação do Revestimento de Filme Fenólico

  • Superfície: Após a formação das placas, um filme de papel com cola fenólica é aplicado em uma ou ambas as faces. Esse filme, frequentemente de cor preta, é geralmente composto por resina fenólica ou melamina, conferindo à chapa uma superfície lisa e uma aparência que lembra o plástico.
  • Cura: A placa revestida é submetida novamente a calor e pressão, garantindo a aderência e a cura da resina, resultando em uma camada protetora durável.

5. Acabamento e Controle de Qualidade

  • Corte e Acabamento: Por fim, as placas são cortadas nas dimensões desejadas e as bordas são devidamente acabadas. Os tamanhos padrão são 2.44 x 1.22 cm e 2.20 x 1.10 cm.
  • Inspeção de Qualidade: Cada placa passa por uma inspeção rigorosa para garantir que atenda aos padrões de qualidade estabelecidos e alcance alta resistência.

Esse minucioso processo de fabricação assegura que o madeirite plastificado não seja apenas resistente e durável, mas também capaz de resistir ao empenamento e deformações, tornando-o uma opção confiável para uma ampla variedade de aplicações.

Vantagens

Agora que conhecemos os usos comuns, é importante destacar as vantagens que essa escolha oferece em comparação com outros materiais.

1. Custo-Benefício

Oferece um excelente custo-benefício. Sua durabilidade significa que você não precisará substituí-la com frequência, economizando a longo prazo em custos de manutenção e substituição. Além disso, a sua facilidade de instalação pode reduzir os custos de mão de obra.

2. Resistência

A resistência a impactos e umidade torna uma escolha sensata em ambientes onde esses fatores são uma preocupação. Ela não incha nem se deteriora quando exposta à água, o que a diferencia de outros materiais de construção.

3. Personalização

Com uma variedade de texturas e cores disponíveis, permite uma ampla gama de personalização em projetos de design de interiores e móveis. Isso dá aos designers e fabricantes a liberdade de criar peças únicas e atender às preferências dos clientes.

4. Sustentabilidade

A madeira utilizada na fabricação muitas vezes é proveniente de fontes sustentáveis, o que a torna uma escolha mais ecológica em comparação com materiais sintéticos. Além disso, a longa vida útil do material reduz a necessidade de substituição frequente, o que é benéfico para o meio ambiente.

Prática: Um Estudo de Caso

Para ilustrar como pode ser aplicada na prática, vamos considerar um estudo de caso fictício. Imagine que você está reformando sua cozinha e deseja criar um ambiente elegante e funcional. Veja como  pode ser incorporada ao projeto:

Etapa 1: Escolha dos Armários

Você decide optar por armários de cozinha feitos com esse materiaç de alta qualidade. As vantagens dessa escolha são evidentes: os armários resistirão ao desgaste diário, à exposição à umidade e manterão sua aparência impecável ao longo dos anos.

Etapa 2: Revestimento de Paredes

Para complementar os armários, você decide revestir as paredes com a mesma. Isso não só cria uma sensação de continuidade no espaço, mas também facilita a limpeza e a manutenção, pois as paredes estarão protegidas contra respingos e manchas.

Etapa 3: Piso Durável

Para finalizar a renovação da cozinha, você escolhe um piso que imita a aparência da madeira natural. Isso proporciona a beleza estética da madeira, juntamente com a durabilidade e a facilidade de manutenção. Agora, sua cozinha não só é elegante, mas também altamente funcional.

Considerações Finais

É um material versátil que oferece inúmeras vantagens em termos de durabilidade, resistência e personalização. Sua aplicação é vasta, abrangendo desde móveis até revestimentos de pisos e paredes. Além disso, seu custo-benefício a torna uma escolha atraente para projetos de construção e reforma.

Portanto, se você está planejando um projeto de construção ou reforma e procura um material que combine funcionalidade, estética e durabilidade, é uma escolha que vale a pena considerar. Ela pode transformar espaços comuns em ambientes excepcionais e resistir ao teste do tempo, proporcionando uma solução sólida para suas necessidades de construção e design.

Perguntas Frequentes:

Neste FAQ, abordaremos algumas das perguntas mais comuns relacionadas, um material amplamente utilizado em construção e design de interiores.

1. O que é?

É um material de construção composto por várias camadas de madeira coladas com resinas especiais, como fenol-formaldeído, essas  chapas são prensadas e revestidas por uma resina fenólica. Essa combinação proporciona resistência à umidade, durabilidade e versatilidade em diversas aplicações.

2. Quais são os usos comun?

Têm uma ampla variedade de usos, em formas de concreto e também em revestimento de móveis, armários de cozinha, revestimento de paredes e tetos, revestimento de pisos e até mesmo em estruturas externas quando devidamente protegidas.

3. Quais são as vantagens?

As principais vantagens incluem sua durabilidade, resistência à umidade, facilidade de trabalho, variedade de tamanhos e espessuras, custo-benefício, capacidade de personalização e sustentabilidade quando provenientes de fontes sustentáveis.

4. Como se compara a outros materiais?

Comparada a outros materiais de construção, se destaca por sua resistência à umidade e durabilidade. Ela oferece uma alternativa mais econômica e versátil em comparação com materiais como a madeira maciça e pode ser personalizada para atender às necessidades específicas do projeto.

5. Qual é a diferença entre chapas de compensado plastificado e MDF?

São feitas de camadas de madeira real, enquanto o MDF (Medium Density Fiberboard) é um painel de fibras de madeira prensadas com resina. A principal diferença está na composição. O MDF é mais uniforme, enquanto  têm uma textura de madeira real. A escolha entre os dois depende das necessidades do projeto.

6. São ecologicamente corretas?

A sustentabilidade depende da origem da madeira. Se a madeira for proveniente de fontes sustentáveis, podem ser consideradas uma opção mais ecológica do que materiais sintéticos, devido à sua durabilidade e longa vida útil.

7. Como devo cuidar?

São relativamente fáceis de manter. Limpe-as regularmente com um pano úmido e suave para remover poeira e sujeira. Evite o uso de produtos de limpeza abrasivos ou químicos que possam danificar o revestimento de plástico.

Falar agora!
Faça uma Cotação com nosso Time de Vendas agora!